Boas Práticas com WSRESTFUL

Olá a todos, a minha pergunta vem no intuito de descobrir como a comunidade está organizando os projetos utilizando WSRESTFUL.

Em uma API hipotética aonde temos os seguintes resources:

  • /api/myapp/clients
    • /api/myapp/products

Vocês criariam um WSRESTFUL para cada resource? Visto que devemos respeitar o cServiceName, pois, ele vai ser inserido em nossa URI, ficando:

  • WSRESTFUL "myappclients" -> /api/myappclients
    • WSRESTFUL "myappproducts" -> /api/myappproducts

Ou, vocês criariam apenas um WSRESTFUL e nele colocaria todos os resources como WSMETHOD?

  • WSRESTFUL "myapp"
    • WSMETHOD GET GETCLIALL cDescription PATH "/clients" -> /api/myapp/clients
    • WSMETHOD GET GETPROALL cDescription PATH "/products" -> /api/myapp/products

Na minha visão, o segundo caso parece ficar mais organizado a questão do prefixo no endpoint. Porém, geraria vários e vários IDS para uma API complexa, gerando uma grande carga de responsabilidade no fonte em questão.

A primeira opção separaria muito bem a responsabilidade dos resources por fonte. Porém, não deixa nada amigável o URI.

compartilhar
  1. Você vai ver essas setas em qualquer página de pergunta. Com elas, você pode dizer se uma pergunta ou uma resposta foram relevantes ou não.
  2. Edite sua pergunta ou resposta caso queira alterar ou adicionar detalhes.
  3. Caso haja alguma dúvida sobre a pergunta, adicione um comentário. O espaço de respostas deve ser utilizado apenas para responder a pergunta.
  4. Se o autor da pergunta marcar uma resposta como solucionada, esta marca aparecerá.
  5. Clique aqui para mais detalhes sobre o funcionamento do TOTVS DevForum!

0 resposta

Não é a resposta que estava procurando? Procure outras perguntas com as tags rest ou faça a sua própria pergunta.